domingo, 1 de fevereiro de 2015

Movimentações Grandes em Janeiro - A arriscada "gestão ativa"


Venho há algum tempo dividido entre as oportunidades que o mercado apresentará e eventualmente até já vem apresentando versus um esperado mal desempenho da renda variável no primeiro semestre de 2015.

Assim, ao invés de oscilar neste oceano agitado eu optei pela gestão ativa, sabedor dos riscos e custos diversos que essa tática arriscada pode causar. Nesse ponto identifico-me com o mentor Mobral, “faca nos dentes”, tentando uma otimização dos ganhos. Para falar a verdade até invejo os colegas que são firmes às suas estratégias e permitem essas oscilações, mas decididamente isso não é pra mim!

Minha carteira vem desde o final do ano passado migrando para um percentual cada vez maior na renda fixa, mas mesmo nesta tento ousar, buscando bancos pequenos que me paguem mais e mais. Fato que terminei o mês quase que exatamente 50% RF – 50% RV. Mas percebo que para meu “termostato” a boa proporção será 70% RV – 30% RF.

Janeiro foi interessante para alguns bons FIIs, mas algo me diz que os mesmos estavam na crista da onda, e resolvi vendê-los agora para aproveitar o dinheiro na renda fixa e vislumbro comprá-los mais a frente. Basicamente vendi volumes grandes de FIIs de tijolo com grande valorização frente ao meu preço médio e aportei logo no comecinho do mês em FIIs de papel que estavam mais baratos que hoje estão e mais aplicação em renda fixa. 

Ao lucro na venda de FIIs, soma-se o bom rendimento e sensação de segurança da renda fixa, aliada a uma elevação dos valores de cotas dos FIIs remanescentes (minha parte maior na carteira de renda variável), o salto que o fundo cambial promoveu com a alta do dolar e tudo isso ainda potencializado pelo melhor valor que já recebi em proventos (R$ 1.902,04 neste mês de janeiro) explicam o bom desempenho do mês.


A boa notícia é que estou muito líquido, o que é interessante pois algumas boas ações estão paulatinamente descendo ao nível que acho interessante, tanto para trade quanto para ser sócio.  A má notícia é que haverá impacto nos proventos a serem recebidos em fevereiro. Mas é um ônus que decidi assumir e espero que a diferença seja favorável!

15 comentários:

  1. Guardião,

    Pelo o que eu entendi, você fez um trade com FIIs e deu-se bem. É isso? Em todo o caso, parabéns novamente pelo desempenho!

    E as ações, algum alvo em mente? E a situação da Vale, que não para de cair? Pretende reduzir o seu PM nela?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, na verdade quase isso.

      Fiz venda com lucro sim, parcialmente comprei outros FIIs e apliquei o resto na RF

      Excluir
    2. Sobre a vale : não pretendo comprar vale agora. Perspectivas ainda ruins...

      Excluir
  2. Enquanto isto vai girando e girando a carteira.
    Deixa o Bastter saber disto...ele vai esquentar seu couro !

    Aproveitando, passaste seu e-mail para o heavy ou vou ter que eu fazer isto ?

    E o viverderenda também tá trocando e-mail com uma certa pessoinha..kkk..estamos de olho em todos vocês, saibam disto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa!!!! Você está de olho???? Agora vou ter muito cuidado então....

      Excluir
  3. Gestão ativa se faz necessário muito das vezes para troca ativos ruins por outros mais rentáveis....parabéns guardião....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem foi a troca de ativos ruins, mas sim ativos supervalorizados e que eu vislumbro que possam voltar ao preço justo.

      Excluir
  4. Fala, Guardião!

    Trabalhando na gestão ativa, precisa utilizar stops, ok? Ou então uma alocação mais correta do patrimônio (na real tem que fazer os dois em conjunto).

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu DiMarcinho, mas o que exatamente seria uma alocação mais correta do patrimônio?

      Excluir
  5. Entendi agora o que você fez. É uma estratégia para poucos, pois tem que saber muito bem o que está fazendo para não realizar lucro cedo demais. Mesmo assim, não acredito que esse tipo de coisa deva ser feito com muita frequência. Eu recomendo cuidado com a hipnose de homebroker.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Troll, reconheço que está longe de ser uma estratégia sempre vencedora! Talvez neste mês de fevereiro eu consiga voltar ao BBAS novamente aos 20 reais pra sair dele aos 26 de novo... Rssss você está convidado para ir junto comigo!

      Excluir
    2. Ok, mas e se BBAS cair para menos de 20 reais? Qual o limite da perda? Se você reconhece que não existe estratégia sempre vencedora, tem que ponderar também que existe sempre a possibilidade de a operação não dar certo e você ter que aceitar uma perda.

      Excluir
    3. Vou estabelecer stop loss e um stop gain que será o dobro do primeiro. Vou lhe dizer!

      Excluir