sábado, 28 de julho de 2018

Meus fundos nos últimos 4 meses - a importância do Hedge

O desempenho de meus fundos nos 4 meses que passaram foi pífio.

O único que performou bem foi o cambial.

Taí a importância do Hedge.


terça-feira, 10 de julho de 2018

Aviso de Movimentação.

Bom dia.

Bem, frente ao cenário complicado, e aliado ao fato de nos últimos 4 meses ter embolsado 900 ações Petr4 no preço médiode 16,46 preferi hoje mitigar os riscos eleitorais e vendi as mesmas 900 ações por 18,27 alcançando um lucro de 11% nestes 4 meses.

Continuo com 1000 ações da referida estatal e as demais ações já expostas aqui.

A mudança do cenário político com mais incertezas, com a não decolagem do Alckmin, e com a cada vez mais provavel polarização do doido sem noção da direita (mas que tem boa equipe econômica) versus os intragáveis, incompetentes e demagogos esquerdistas me fazem ter muito medo do que vem pela frente e decidi ter uma pitada mais conservadora no meu dia a dia.

domingo, 1 de julho de 2018

Fechamento de junho de 2018 - O ano mais complicado para render o dinheiro

Boa noite a todos.

Findado o mês de junho de 2018.

Sob a anestesia da copa vemos Zé Dirceu em casa, na sua prisão domiciliar; Gleisi e maridão inocentados; Lula ainda preso mas a cada semana um novo recurso tentando ou o libertar ou o colocar em casa; etc.

Soma-se a isso um rol de candidatos desastrosos à presidência :

* A mocinha do PC do B e o débil do PSOL : não vou tecer maiores comentários pois são além de ridículos candidatos, daqueles tipos que não passarão de 1 ou 2% dos votos.

* Ciro - a meu ver o pior de todos os candidatos que temos. Arrogante, grosseiro, agrandado, convicções equivocadas, pensamento retrógrado e comunista, tendências altamente autoritárias... Enfim, o tipo do cara que caso ganhe afundará o Brasil.

* Marina - quase tão ruim quanto Ciro. Perigosa por ser loba em pele de cordeiro. É na essência uma petista e isso por si só depõe contra. Também de esquerda, o que certamente seria desastroso para o país.

* Alckmin - candidato picolé de chuchu. Sua falta de carisma é quase impeditiva para ganhar voto do povão que adorava ver o cretino do molusco levar tudo na brincadeira e na comparação com o futebol. Está atolado nas sujeiras do partido, e quiçá até de certas coisas de seu governo em SP que ainda não vieram a tona. Por outro lado é o candidato ideal para o mercado : é inegavelmente um cara inteligente, centrado, traria uma política econômica do padrão do Arminio Fraga e apesar de todas as sujeiras do PSDB e talvez de seu proprio governo estadual, seria frente à ruindade dos demais o que ganharia meu voto.

* Meireles - seria ótimo nome, mas além de ser desconhecido da massa, está muito ligado à imagem do Temer que por sua vez está endemoniado. Sem chances na prática, apesar de a meu ver ser um bom candidato.

* Álvaro Dias - bom nome, porém também desconhecido da massa e sem chances de decolar.

* Bolsonaro - sem envolvimento com corrupção, o que lhe credencia muito fortemente, e .... só. Faz estardalhaço, aparece bastante, fala as verdades que meu ID gostaria de dizer mas que meu superego não permite, mas não parece um cara instruído e com jogo de cintura necessário ao cargo. De trunfo anunciou um caminho bem interessante para o que seria sua política econômica, e numa eventual e bem possível polarização com a esquerda se torna um fortíssimo candidato a ganhar meu voto no segundo turno. Entre ele e as 4 m... da esquerda supracitadas não tenho a menor dúvida que é quem receberá meu voto.

* Candidato X do PT : sem comentários, lá só tem m...

Resumindo :

Os que gosto não têm chances (Meireles e Álvaro Dias), o que vejo com bons olhos apesar da sujeirada embaixo do tapete (Geraldo Alckmin) não tem carisma algum. A coisa tá feia!


Bem, bem, bem....

e a economia do Brasil continua claudicante. O dinheiro investido (?) neste ano me traz retorno negativo.

Seguem os números :

sábado, 9 de junho de 2018

Minha carteira de RV e Multimercado - drama de estar tão exposto

Olá galera da blogosfera

Neste fim de semana resolvi fazer um balanço de meus ativos e de minhas exposições...

Mercado anda muito volátil e os ativos de RV (ações, fundo de ações e FIIs), além dos fundos multimercados estão numa gangorra louca...

E meu histórico de poucos anos atrás era de baixo risco, mas pensando no fato de estarmos saindo de uma recessão braba, fui paulatinamente me expondo mais e mais, tentando pegar a onda boa da bolsa brasileira que quando vista sob a ótica da dolarização está muito barata. No entanto, os mais recentes acontecimentos (juros americanos em alta e trapalhadas brasileiras) levaram a migração de dinheiro estrangeiro daqui para fora.

No último post fiz a pergunta que aqui repito : agora é a oportunidade de entradas interessantes?

Bem, tal resposta é muito difícil tendo em mente que as eleições estão completamente indefinidas, o futuro do país é incerto, no mundo existe um tal Trump, etc etc etc...

Fato que minha "gangorra" financeira só está em baixa, mas vou aguentando firme.

Percebi que estou hoje 40% exposto em RV + Multimercado, e portanto não vejo por ora mais espaço para aumentar tal exposição, pois do contrário me faria ter dificuldades de dormir a noite.

Abaixo exponho a carteira levantada que possuo nesta atual data.

Planilhei para controlar melhor os ativos, e gostaria de expor a carteira à avaliação e às críticas dos colegas, pois somente assim podemos crescer.

Primeiro vamos às ações e aos FIIs :

E agora os fundos de ação e os fundos multimercado que possuo :


quinta-feira, 7 de junho de 2018

caiu tudo no HB e compras foram executadas... crise é oportunidade?

Hoje a bolsa despencou de novo.

LCIs que venceram e cujo dinheiro estava parado na CC foram transformados em RV.

Ordens existiam no HB e foram executadas.

Enfim, resumindo : Tinha um saldo parado do vencimento de 3 LCIs de 71K

Aproveitei para colocar uma parte do dinheiro no TD IPCA (2035 pagando 5,84), outra em debentures incentivadas...

Já o dinheiro da RV, foi assim transformado (a transformação em RV foi até surpresa, pois nem esperava que as ordens fossem executadas tão cedo) :

EZTC3 : Compra de mais 400 ações ao valor de R$ 16,72

ITSA4 : Compra de mais 1000 ações ao valor de R$ 9,62

BBSE3 : Compra de mais 300 ações ao valor de R$ 25,88

PETR4 : Compra de mais 300 ações ao valor de R$ 15,72

MFII11 : Compra de mais 50 cotas ao valor de R$ 114,12

Ou esse país um dia melhora e eu vou alavancado,
Ou os dois (eu e o Brezil) vamos morrer afogados e abraçados!

Afinal : crise é oportunidade?

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Fechamento de maio 2018 - Mês tenebroso

Boa tarde a todos.

Mês tenebroso para investimentos. Tudo caiu...

Segue abaixo o desempenho da carteira para registro.


segunda-feira, 28 de maio de 2018

Mais iscas fisgadas... 4 ações compradas

Hoje mais ações fisgadas

Lembrando : o dinheiro é decorrente do VERDE que não havia me deixado satisfeito com o desempenho.

MDIA3 : 100 ações - 41,78
ALUP11 : 500 ações - 15,74
TAEE11 : 500 ações - 18,36
SAPR11 : 100 ações - 51,31
PETR4 : 600 ações - 16,83